sexta-feira, 11 de março de 2011

«Everyday»

Everyday is a struggle between what I wanna say
And what I should keep to myself
And the words that manage to leave my lips
Don't hurt me, but they hurt everyone else

And I find myself in need of a pause
I'm not sure why, but I think that it's because
Of this desire to be what others want me to be
Which is nothing close to me

[Chorus:]
But I'll see better when the smoke clears
When the smoke clears inside my head
And I can listen when the screaming doesn't repeat everything I've said
And all that remains me and who I am at the end of the day
And this happens everyday

Everyday is a battle between what I wanna know
And what I don't wanna figure out
And everything in between in these thoughts of mine
That you know I can't live with out

And I find myself in need of a pause
I'm not sure why, but I think that it's because
Of this desire to be what others want me to be
Which is nothing close to me

[Chorus]

by Toby Lightman
Season 6 - Bones 

domingo, 27 de fevereiro de 2011

De 7 em 7

Dizem os meus pais que uma pessoa muda a cada sete anos.

Quando uma pessoa nasce, não tem a consciência de que nasceu e para a altura em que a tem, já se passaram alguns anos da sua existência e, como é de prever, duvido que os seus pais lhe avisem, em tão tenra idade, que ele ou ela mudará depois dos seus sete anos.

Passará, então, a vida sem que a pessoa se aperceba que mudou de sete em sete anos. Então, se mudarei de sete em sete anos, como saberei quando comecei a mudar e quando voltarei a mudar, se não me apercebi desse tipo de mudança?  E, se mudarei, mudarei para quê? Porquê?

Não sei!

E, mudar nesse tempo, faz o quê ao meu ser, à minha personalidade? Serei eu, então, produto da minha vivência limitada às mudanças dos sete anos ou mudo mesmo por que a vida assim me conduziu? Que se passou na minha vida, nos primeiros sete anos que me levou a mudar? Ou, será que mudei mesmo? Ou por me ter sentido à parte, na infância, me fez ter e ser o que tenho hoje na minha mente e ser a pessoa que sou hoje? Ou mudei antes? Ou mudei depois dos 7?

Não sei!


video
Millow
= You don't know =


Fiquem bem,
Bjs,
Karó

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

E só por que sim

A Karamela Sónia falou-me nele(s) e...
Sim SR!!!!
Gostei pôderis!
 

video
 =Pitt Broken=
A second to be sure


Espero que também gostem,
Karó

Por que é dia FINE

O mais recente...
  
Can't

I can't send the pain away
nor the idea of it.
I can't tell not to hurt
when hurt is my shadow
nor can I order you to live, 
live a life I know nothing of,
a piece of something,
somebody told me it can work,
when working it out is
the least difficult part,
but making it straight,
taints your vision,
your heart and senses.

I can't send the pain away,
when the pain is the only
sentence that my dialogue
bursts out for me.

I can't send the pain away,
when all I see, all I touch,
is a piece of a liveless life.

Can't unbotton the clothes
I've put around my arms,
nor the laces around my mouth.
Can't strech the line
that covers my heart,
can't give in when out of all
is all I could wish for.
 

Fiquem bem,
Karó

domingo, 13 de fevereiro de 2011

Já dizia a outra...

... Não há coincidências

Tudo depende do que se acredita, por que somos todos impressionáveis, em alguma altura da nossa vida.

Tudo acontece por um motivo, se acreditarmos que temos um ser ou algo que nos guia.

Eu creio existirem pequenas demonstrações do que temos de fazer, ou qual o caminho a percorrer. Acredito mais nisso do que chamar a essas vozes do nosso subconsciente, coincidências.

Eu acredito que tudo está ligado. As escolhas que faço e as que poderia ter feito e como tal, seja qual for a minha escolha, o meu fim está já predeterminado e, essas coincidências, são vozes de nós mesmos a dizer que "Epá! Afinal era isso!

Não sei... vou ler o livro e depois digo-vos. Aliás, tenho uns quanto assim para ler. Enquanto não se espanto com as palavras ditas e não ditas, fica aqui um vídeo que resumo mais ou menos o que eu quis dizer.



Espero que gostem!
Fiquem bem,
Bjs,
Karó

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

O dia das Coincidências Karamelástikas...

Olá!!!

Pois é!! Estamos de volta :P considerem uma pausa para descanso mental e para fazer planos para 2011...

Nada de especial, para além de nós as 3 querermos GANHAR MM O EURO MILHÕES ;)  tal como o resto da população... lol

Então hoje foi o dia das coincidências... Tudo começou com um livro... que falava em quê???? Na Sincronicidade... lolol... pois... Então é assim:

Sincronicidade é um conceito desenvolvido por Carl Gustav Jung para definir acontecimentos que se relacionam não por relação causal mas por relação de significado. A sincronicidade é também chamada por Jung de "coincidência significativa".

E tudo começou a coincidir... a música na radio com uma capa de um livro... etc....

E agora só tempo tempo p isso...

Sorry...

Café com Karamelas chama...

Bjs ***

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Os Meus Presentes Natal

Natal...

Natal... Natal...

Menino Jesus nasceu.
Festa da família.
Espírito de solideriedade.
Consumismo, a torto e a direito.

E, por falar em consumismo, aqui vai a minha lista de prendas deste Natal:
* umas botas de tacão e cano alto em preto, cinza e castanho;
* encharpes de algodão em azul petróleo, azulão, verde escuro, rosa claro, preto;
* peças para a Pandora;
* relógio Swatch, doirado;
* um trench coat em cinza, preto e castanho;
* uns quantos livros da Leya;
* uns quantos cd's: Diana Krall, Coldplay;
...

e por agora acho que é só.
Bjs

Karó